Cronogramas e Sócrates

Fazendo um exercício de metaposição e usando a idéia de persona (que aprendi com o Manoel Pimentel), resolvi me perguntar porquê tenho problemas com cronogramas.
Aí vai o resultado…


EU: cara, fico muito bolado quando alguém do trabalho pede o status de minhas atividades usando um cronograma. Odeio cronogramas!

OUTRO EU: peraí, rapaz. Como assim, odeia? Melhor explicar essa parada direitinho antes que o pessoal de projetos acabe contigo hein (risos)

EU: tá certo, tá certo. Não gosto para o propósito pra que os cronogramas estão sendo usados. Acho que eles se tornaram símbolo de uma hierarquia de valores que não concordo, não acredito.

OUTRO EU: ih, tu tá cheio de respostas, calma! Vamos por partes. Qual é esse propósito pra que cronogramas estão sendo usados? Depois quero saber desse lance de símbolo aí.

EU: Acompanhamento de projetos. Não acho eficaz acompanhar um projeto através de um cronograma.

OUTRO EU: e como você acha eficaz acompanhar um projeto?

EU: sei lá, acho que ao acompanhar um projeto é preciso criar oportunidade para dar e receber feedback do que está acontecendo no projeto, proporcionando um espaço de aprendizado para todos os envolvidos, onde eles se comprometem com a resolução dos problemas e celebram as vitórias. Isso é um acompanhamento de projeto eficaz pra mim.

OUTRO EU: legal! E porquê um cronograma não ajuda na eficácia do acompanhamento de projetos?

EU: porque ele não promove esse espaço de aprendizado!

OUTRO EU: e porque um cronograma não promove um espaço de aprendizado?

EU: porra, tu tá muito socrático! Que mala deveria ser esse Sócrates!

OUTRO EU: fala assim não, rapá. Ele jogou muita bola, malandro.

EU: deixa de ser burro! Tô falando do filósofo grego, cara.

OUTRO EU: ah, tá, entendi (risos). Mas não foge da pergunta não: afinal, porque um cronograma não promove um espaço de aprendizado?

EU: O que quero dizer é que as reuniões ou conversas de acompanhamento de projetos pautadas por um cronograma não promovem espaços de aprendizado, mas sim momentos de constrangimento e atribuições de culpa. Na maioria das vezes as conversas são bastante amistosas, sem acusações e tal, mas sempre fica aquela coisa do atraso em determinada tarefa e responsabilidade por isso. Responsabilidade não, vamos ser honestos, culpa né. Aí nosso tempo é consumido por isso sem aprofundar nada. Por “aprofundar” quero dizer: sem usar ferramentas de análise de causas e efeitos, sem permitir-se a possibilidade de mudar o plano, reconhecer que ele pode estar equivocado, etc.

OUTRO EU: porquê reuniões pautadas por cronogramas promovem momentos de constrangimento?

EU: você não está me ouvindo. Já falei: tem a ver com a questão do atraso em relação ao tempo previsto. “Você atrasou uma tarefa”? Culpado! Entende? Ninguém gosta de “atravancar o progresso”, de ser um empecilho. Daí vem sentimentos de incompetência, frustação, isolamento. E por fim o medo de perder o emprego.

OUTRO EU: porquê cronogramas suscitam questionamentos sobre atraso de tarefas?

EU: ô, anta! Porque essa é a definição de um cronograma! Segundo o Aurélio, um dos significados de cronograma é o de “representação gráfica da previsão da execução de um trabalho, na qual se indicam os prazos em que se deverão executar as suas diversas fases.” Quando alguém usa um cronograma para acompanhar um projeto, ele verifica se determinada atividade está dentro do prazo. Se não estiver (e em geral não está) acontecem as cobranças, os momentos de constrangimento!

OUTRO EU: você acredita que é possível promover um espaço de aprendizado ao acompanhar projetos usando um cronograma?

EU: acho que é até possível, mas não seria com a ajuda do cronograma. O quero dizer é que existem ferramentas que facilitam e outras que dificultam. O cronograma dificulta as reuniões de acompanhamento. Somado à característica de que nossa cultura é extremamente baseada no controle, temos uma fórmula muito perigosa.

OUTRO EU: o que seria uma reunião de acompanhamento ideal pra você? Que ferramentas seriam utilizadas pra facilitar essa reunião?

EU: primeiro, as pessoas deveriam ter um espírito voltado para esse objetivo: valorizar o aprendizado, identificar problemas, analisar causas e efeitos, dar e receber feedback. Segundo, as ferramentas deveriam valorizar a colaboração, a convergência dos modelos mentais em cada pessoa em torno de um modelo mental compartilhado. Pra isso as ferramentas devem ter forte apelo visual, pra favorecer o entendimento, e lúdico, pra facilitar a participação de todos. A representação gráfica de um cronograma é muito fraca.

OUTRO EU: última pergunta: você falou no começo que para o propósito de acompanhamento de projetos o cronograma como ferramenta não é válido. Existe algum propósito válido para cronogramas?

EU: Sim! Para obter uma previsão do tempo de execução de um projeto. Muitas vezes na vida precisamos definir metas para o futuro, e para povoar esse futuro de atividades precisamos um plano para alcançar tais metas; nesse caso um cronograma cairia bem. Um cronograma (ou previsão de utilização do tempo futuro) deveria conter principalmente itens chamados “marcos”, que são pontos no tempo onde um projeto ou plano deveria possuir determinado estado. Como um roadmap, ou um checklist, sei lá.


Gostaria de aprofundar outros pontos que achei interessante, mas vão ficar pra outra “conversa”…

Aguardo seus comentários!

Anúncios

4 pensamentos sobre “Cronogramas e Sócrates

  1. Que bom que gostou, Thiago! O legal é que esse formato surgiu de maneira natural em minha cabeça e tive a idéia de escrevê-lo desse jeito no blog. Estou planejando um segundo artigo onde a conversa entre os “dois” continua, levando para uma outra direção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s